ARTIGOS

Decisões automotivas em ambientes complexos

O mundo passa por um momento singular no qual a virtualidade das relações se acelera a cada dia e a complexidade do ambiente aumenta exponencialmente. Mas, enquanto uma avalanche de informações passa por nossos olhos a cada segundo, a palavra que mais representa nossos sentimentos é a escassez.  Falta clareza e recursos para lidar com as decisões diárias.

Com mais de 100 anos de existência, a indústria automotiva vivencia uma nova fase, na qual movimentos disruptivos acontecem simultaneamente, indicando que o ambiente de negócio futuro será muito diferente daquele que conhecemos. Situações jamais experimentadas pelo setor trazem imensos desafios aos seus profissionais na hora de tomar decisões relacionadas a este novo futuro multifacetado e plural.

 

Gestores malabaristas

Não é de se estranhar que experientes gestores da indústria se sintam como o malabarista do prato, ou seja, além de decidir a cada momento pelo caminho mais adequado, não podem deixar que nenhum dos pratos caiam.

O principal dilema para estes decisores é que o grande volume de informações se estratifica pelos diversos níveis da empresa e não são traduzidos em conhecimento direto e acessível na hora da tomada de decisão. Isso acontece não porque experientes profissionais não saibam como agir, mas porque, nesta nova era, a gestão da complexidade de suas organizações limita sua disponibilidade de tempo.

Pablo Di Si, Presidente & CEO da Volkswagen América Latina, recentemente, fez o seguinte comentário:

Para trabalhar no Brasil, na América Latina, você precisa ser muito resiliente. Você chega ao escritório todos os dias e precisa matar dez leões ou eles te devoram. Poderia citar inúmeros exemplos de decisões complexas que tomamos e de problemas que não temos nos Estados Unidos ou na Europa. É preciso ter vontade de trabalhar, competência emocional e intelectual, além de pensamento analítico para identificar a melhor estratégia. Em resumo, o Brasil não é um país para amadores. Alcançar o equilíbrio aqui é uma arte. Se você faz sucesso aqui, consegue ser bem-sucedido em qualquer outro lugar. Um ano de Brasil equivale a oito em qualquer outro país.

Fonte: “A era da liderança resiliente”, KPMG

Para poder focar no seu core business, os executivos necessitam ter à sua disposição uma estrutura de informações tratadas, consolidadas e just-in-time para garantir maior assertividade de suas escolhas. Precisam do suporte e da consistência de um processo robusto de inteligência competitiva para entender as transformações da indústria automobilística no futuro. As estratégias competitivas vencedoras devem ser desenhadas de forma estruturada, observando as tendências e incertezas desse futuro.

Essa inteligência competitiva on-demand apresenta os fatos relevantes, suas consequências e impactos no ecossistema da empresa e de seu segmento. Ela simula as possíveis alternativas e minimiza riscos nesse ambiente complexo.

 

Por Paulo Cardamone | Bright Consulting

 

 

Office: + 55 19 3397.0175

contato@brightisd.com

Condomínio Centre Ville I
Rua Place Des Vosges, 88, BL. 2,
UN 114, CEP 13105-825
Campinas - SP, Brazil