ARTIGOS

Publicado em 02/12/2022

O QUE NOS ESPERA EM 2023

O próximo ano finalmente deverá trazer algum crescimento e alcançaremos mais definições que guiarão o futuro da nossa indústria automobilística

Por Cassio Pagliarini | Chief Strategy Officer

Próximo ao fim do terceiro ano consecutivo no qual a indústria automobilística brasileira andou de lado, cabe agora avaliar as perspectivas para o próximo ano. Nossa previsão de vendas para veículos leves para 2023 é de 2,20 milhões de unidades, em linha com o ritmo apresentado pelo mercado nos últimos meses. Em seguida descrevemos as hipóteses por trás dessa projeção.

Começando por disponibilidade e preço, a restrição de componentes vai arrefecer e deve contribuir para um ritmo de produção mais normal e a recuperação dos estoques até meados do ano, uma vez que já atingimos 176 mil unidades em outubro último. Praticamente todas as versões de todos os produtos estarão disponíveis, com os estoques sendo gerenciado agora pela estratégia de posicionamento das montadoras.

Os preços atingiram a estabilidade em 2022 – similar ao ocorrido em 2019 – devendo no máximo acompanhar a inflação em 2023. É até possível um recuo nos preços de transação pela maior oferta de incentivos no período. Dizemos que preço de lista não baixa, mas pode deixar de aumentar.

Os canais de vendas passam por um ajuste bastante forte no segundo semestre de 2022 com o crescimento das vendas diretas e estas mudanças devem se manter durante 2023. Se no primeiro trimestre do ano, as vendas diretas correspondiam a 38% das vendas totais, com 20% alcançando as locadoras, esse cenário está bastante alterado no segundo semestre, quando as vendas diretas já atingem 52% e locadoras respondem por mais de 35% das vendas, boa parte para planos de assinatura. Novembro fecha com 55% de vendas diretas.

A grande maioria das marcas lançou um plano de assinatura, que traz vantagens para quem não tem o devido cuidado na negociação do novo na compra e do usado na venda. Esses veículos são cobertos por planos de seguro e manutenção embutidos, uma preocupação a menos para o usuário. Finalmente, facilitam a vida de quem não tem os recursos para dar uma entrada substancial, muito importante nestes dias de altas taxas de juros. No final do processo, que pode envolver várias renovações de produto, vale lembrar que a titularidade do bem não é do usuário, que terminará o processo sem nenhum patrimônio adquirido.

A segmentação continuará a marcha de aumento dos SUVs, crossovers e picapes, principalmente devido à entrada de novos concorrentes. Veículos eletrificados subirão mais de 70% em volume, passando dos quase 50 mil de 2022 para mais de 80 mil em 2023, porém com apenas 1/5 deles sendo elétricos puros à bateria.

Em 2023, o novo governo precisará tratar de assuntos pendentes de 2022 e pautar os pontos abaixo:

    • Redefinir a tributação dos veículos com vistas à descarbonização;
    • Regular as próximas fases do Rota 2030 com foco nas competências do Brasil em biocombustíveis e sistemas futuros de célula de combustível;
    • Ajustar as barreiras fiscais ao automóvel eletrificado importado, para que a produção local resulte viabilizada;
    • Oferecer meios para a eletrificação gradual das frotas de ônibus urbanos;
    • Evoluir nas negociações entre Mercosul e União Europeia para o comércio de veículos;
    • Fomentar o desenvolvimento de veículos mais acessíveis para alavancar a capacidade produtiva instalada.

Não estão contemplados nessa lista os assuntos que exigiriam grande investimento do governo pelo simples fato de faltarem recursos para estes destinos, mas o progresso na infraestrutura deverá ser orientado para a iniciativa privada, principalmente no caso de carregamento para veículos elétricos.

Os desafios regulatórios vieram para ficar e trarão novas etapas durante a maioria dos próximos anos. Para serem efetivas na mensuração 2027 do Rota 2030, as decisões de produto precisam acontecer antes de 2Q 2023 de forma a serem implementadas a tempo. Simulações de eficiência energética e emissões permitidas pela plataforma AutoDash da Bright Consulting facilitarão a definição das estratégias para as marcas usuárias ao identificar o posicionamento da concorrência e oportunidades oferecidas aos fornecedores em demanda e localização. Também em preços, o momento é de acomodação do mercado e nunca foi tão importante entender o preço de transação para novos e usados – mais uma iniciativa da Bright Consulting disponível em 2023.

O próximo ano beneficiará as empresas que planejaram solidamente, investiram na crise e saíram dela mais fortes e com melhor visão de futuro.

Office: + 55 19 3397.0175

contato@brightisd.com

Condomínio Centre Ville I
Rua Place Des Vosges, 88, BL. 2,
UN 114, CEP 13105-825
Campinas - SP, Brazil